Skip to main content
Floresta densa e antiga no Great Smoky Mountains National Park (Parque Nacional Great Smoky Mountains)

Carolina do Norte, Tennessee

Um guia de quem conhece as Great Smoky Mountains

Por: Valerie Conners

1 de 1
  • Estados:
    Carolina do Norte
    Tennessee

No limite entre os estados da Carolina do Norte e do Tennessee, no sudeste dos Estados Unidos, encontramos uma das mais impressionantes reservas de vida selvagem do país.

Podemos explorar de carro, a pé ou de bicicleta, mais de 211 mil hectares de montanhas e florestas no Great Smoky Mountains National Park. O parque conta com 16 picos com mais de 1.800 metros de altitude, que geralmente permanecem encobertos por uma névoa cinza azulada. A floresta densa e antiga encobre as montanhas, e dos observatórios espalhados pelas trilhas do parque, temos a impressão de que as colinas e os picos não têm fim.

Como chegar ao Great Smoky Mountains National Park

O Great Smoky Mountains National Park fica 314 quilômetros ao leste de Nashville, no Tennessee, e a 60 quilômetros ao oeste de Asheville, na Carolina do Norte. É possível entrar no parque pelas cidades de Gatlinburg e Townsend, no Tennessee, ou por Cherokee, na Carolina do Norte. Com cerca de 10 milhões de visitantes por ano, o Great Smoky sempre aparece nas listas de parques nacionais mais visitados dos Estados Unidos, mas ainda assim é possível aproveitar momentos tranquilos no local.

A natureza e a história se encontram na região das Great Smoky Mountains

Devido ao clima temperado e às variações na topografia local, o parque é uma das regiões de maior diversidade biológica do mundo. Mais de 17 mil espécies de animais e plantas já foram catalogadas dentro do Great Smoky, como cervos, ursos-negros e veados. O parque também conta muito da história da cultura montanhesa dos Apalaches, com atrações como Cades Cove e o Mountain Farm Museum, entre outras.

A fauna e a flora do Great Smoky Mountains National Park apresentam uma variedade incrível, com mais de 17 mil espécies catalogadas de animais e plantas.

A fauna e a flora do Great Smoky Mountains National Park apresentam uma variedade incrível, com mais de 17 mil espécies catalogadas de animais e plantas.
Ver mais

Siga as estradas (do parque)

A rota mais famosa do parque, a Cades Cove Loop Road, percorre cerca de 18 quilômetros pelo Cades Cove Valley. Cercado pelas montanhas, esse vale verdejante é ideal para observar a vida selvagem, além de contar com muitas construções do século XIX e do início do século XX, como celeiros, igrejas e um moinho de grãos.

Suba mais de 900 metros até o topo das montanhas do parque, seguindo pelos 53 quilômetros da  Newfound Gap Road, com destaques como as vistas arrebatadoras do vale e as florestas de carvalho e abeto, que é possível admirar dos observatórios espalhados pela estrada.

Trilhas nas Great Smoky Mountains

As corredeiras e cachoeiras fortes cortam a paisagem das Great Smoky Mountains, e há muitas trilhas de fácil acesso e bem sinalizadas que levam das estradas do parque a cachoeiras espetaculares, como a trilha de 4 quilômetros (ida e volta) que leva à cachoeira Laurel Falls, com quedas d'água de 24 metros, e a trilha de 7 quilômetros (ida e volta) que atravessa a floresta de pinheiros e rododendros e leva à Cachoeira Hen Wallow Falls, com quedas d'água de 27 metros. O parque tem um total de 1.290 quilômetros de trilhas para caminhadas, com diferentes níveis de dificuldade.

O parque conta com cerca de 1.300 quilômetros de trilhas, e muitas delas levam direto às cachoeiras.

O parque conta com cerca de 1.300 quilômetros de trilhas, e muitas delas levam direto às cachoeiras.
Ver mais

Conheça o legado das Smoky Mountains

Um dos pontos mais tranquilos do parque é o Cataloochee Valley. Os vestígios da rica herança cultural do sul do Apalache permanecem nas construções históricas do final do século 19 e do início do século 20, como uma escola, celeiros e casas. Para conhecer melhor os hábitos do século 19 na região, visite o Mountain Farm Museum, localizado logo atrás do Oconaluftee Visitor Center do parque. O museu é composto por diversas construções históricas de madeira, como uma ferraria e uma casa de defumação, e no local você ainda encontra atores que reencenam a história da época.

Dizem que o Clingman's Dome serviu de inspiração para a famosa canção folclórica norte-americana "On Top of Old Smoky". Com mais de 2 mil metros de altitude, o monte é o pico mais alto do parque. Siga pela Clingman's Dome Road em direção ao cume e percorra uma trilha íngreme de 800 metros para chegar à plataforma de observação, com vistas panorâmicas de 360 graus das montanhas e dos vales da região.

Smoky Mountains para todas as estações

Apesar do agito do verão, entre junho e setembro, muitas pessoas deixam para visitar o parque no outono, entre os meses de setembro e dezembro, para apreciar os tons de vermelho, laranja, dourado e marrom da folhagem. Siga pela Cades Cove Loop Road para ver as cores do outono de perto antes de seguir para a Newfound Gap Road, onde pontos panorâmicos, como os observatórios Campbell e Web, mostram toda a riqueza de tons do alto.

Se estiver visitando o parque entre o final de maio e o final de junho, não deixe de procurar os vaga-lumes nas primeiras horas da noite. Durante duas semanas do ano, os vaga-lumes acasalam no parque e, no ritual de acasalamento, piscam suas luzes no mesmo ritmo. Esse fenômeno único tornou-se uma grande atração e, inclusive, o parque opera um serviço de traslado para que os visitantes possam ver o espetáculo de perto.

O parque é um destino muito procurado no verão, mas não perca o espetáculo da transição de cores da folhagem no outono.

O parque é um destino muito procurado no verão, mas não perca o espetáculo da transição de cores da folhagem no outono.
Ver mais

Hospedagem e gastronomia

Você pode se hospedar em um dos 13 acampamentos do parque para aproveitar a vida ao ar livre. A cidade universitária de Asheville é o lugar mais encantador para se hospedar e oferece diversas opções de acomodação. Na cidade, não deixe de visitar o restaurante Early Girl Eatery e de provar um pouco dos sabores do sul. Você também pode aproveitar para fazer um passeio pelo Biltmore Estate, uma construção com 250 cômodos que é a versão americana do Palácio de Versailles.

No Tennessee, a cidade de Gatlinburg oferece diversas opções de restaurantes e acomodações, a apenas 1,5 quilômetros do parque.

Explorar mais
Caminhada em Black Balsam Knob, na Pisgah National Forest

Destino

Asheville

Vista aérea do centro de Chattanooga e do rio Tennessee

Destino

Chattanooga

A Sunsphere, criada para a 1982 World's Fair, eleva-se sobre o centro da cidade

Destino

Knoxville

O agito da Beale Street à noite

Destino

Memphis

Centro da cidade agitado, à beira do rio Cumberland

Destino

Nashville

Cabana de madeira no Oak Haven Resort

Destino

Sevierville