Skip to main content
Caminhada no deserto de Tucson

Arizona

Um fim de semana em Tucson

1 de 1
  • Estados:
    Arizona

Vinícola do deserto. Arquitetura antiga. Clima de inverno temperado.

Estas são apenas algumas vantagens que Tucson, Arizona – localizado às margens do rio Santa Cruz – oferece exclusivamente aos visitantes. Tucson é facilmente acessível, já que a maioria das grandes companhias aéreas fazem voos para o Aeroporto Internacional de Tucson (TUS), localizado a cerca de 13 quilômetros do centro da cidade. Uma vez na cidade, se você não quiser alugar um carro, o Sun Link Tucson Streetcar conecta a maioria dos bairros de Tucson, incluindo o centro da cidade, a Universidade do Arizona e o Mercado District. Quando você chegar a essa cidade ensolarada, veja aqui onde comer, se divertir e se hospedar para o fim de semana ideal em Tucson.

Sexta-feira

À tarde: faça check-in no Hotel Congress. Construído em 1919 e antigo esconderijo o ladrão de bancos dos EUA, John Dillinger, esse é o lugar para ficar se você quiser ficar no coração da agitação. Localizado na movimentada e histórica Congress Street, os quartos históricos do hotel têm camas de armação de ferro e telefones com discador giratório.

À noite: se você estiver em Tucson no final de fevereiro, não deixe de ir ao Tucson Rodeo. Ao longo da tarde e à noite, você poderá ver competições de nível júnior e profissional – e encerre com uma animada dança de quadrilha.

Happy Hour: se estiver com sede, vá ao Tough Luck Club, um bar acolhedor que serve de tudo, de clássicos como um Manhattan a originais como My Girl Senora, que leva rum, mescal, creme de banana e achocolatado mexicano.

Tucson Rodeo

Tucson Rodeo
Ver mais

Sábado

No meio da manhã: Tucson foi a primeira cidade dos EUA a receber o cobiçado título de Capital da Gastronomia da UNESCO, um aceno para a história gastronômica forte e multicultural. Tucson entrou para o ranking da Rede de Cidades Criativas da UNESCO, que busca fortalecer parcerias criativas entre diferentes cidades e incentivar o desenvolvimento urbano sustentável em todo o mundo.

E o Mission Garden Project  (Projeto de Jardins da Missão) de Tucson é onde você pode mergulhar na classificação culinária. Faça um tour pela região e mergulhe nos mais de 4.000 anos de história agrícola local. Isso inclui um pomar de frutas do deserto, plantas medicinais nativas e jardins polinizadores (tours estão disponíveis apenas aos sábados das 8:00 às 12:00).

No início da tarde: anunciado como a “maior caça ao tesouro do mundo”, o Tuscon Gem Mineral & Fossil Showcase (, Exibição de Fósseis e Gemas de Tucson, realizada no final de janeiro) apresenta mais de 40 shows e exposições — de exposições de fósseis e meteoritos de qualidade de museu a pedras preciosas, minerais, miçangas e joias.

À tarde: qual é o resultado da combinação de 365 dias de sol com noites frias e solo semelhante a regiões vinícolas de Napa e Bordeaux? Descubra explorando Sonoita — a primeira região americana de vinicultura do Arizona. Visite vinhedos de propriedade familiar como Callaghan e Dos Cabezas para saborear um vinho do deserto.

Se vinho não é sua praia, opte por um dia de tratamento indulgente em um dos spas de destino mais luxuosos do país: Miraval ou Canyon Ranch.

Jantar: um dos primeiros restaurantes finos da cidade há quase 20 anos, o Wildflower serve pratos impecáveis em um ambiente elegante. Os destaques do cardápio de inspiração internacional incluem: ravióli de costela curta, vieiras com capim-limão e lombo de porco envolto no bacon.

De madrugada: Tucson tem o céu noturno mais escuro de qualquer outra cidade de seu tamanho (1 milhão de habitantes) no país. Aproveite ao máximo as oportunidades incríveis para admirar as estrelas nos observatórios Kitt Peak ou Flandrau Science Center.

Centro de Tucson

Centro de Tucson
Ver mais

Domingo

De manhã: se celebrações culturais (e peculiares) são o que você aprecia, a All Souls Procession, inspirada no Dia de Finados, é o lugar certo. No início de novembro, junte-se a mais de 35 mil pessoas para caminhar em uma procissão de três quilômetros no centro de Tucson. De uma forma dramática e comovente, a procissão termina com labaredas de fogo no céu.

No início da tarde: explore uma parte única da história de Tucson no El Presidio District. Construído no local de uma aldeia indígena pré-histórica Hohokam, o bairro tem uma série de casas originais dos séculos 18 e 19. Não deixe de ir ao El Presidio San Agustin del Tucson, uma restauração de um forte espanhol de 1775.

No fim da tarde: reserve um tempo para visitar o Arizona-Sonora Desert Museum. É o lar de mais de 200 animais nativos (incluindo cães-da-pradaria e leões-da-montanha) e praticamente todo aberto ao ar livre.

À noite: nenhuma visita a Tucson é completa sem provar o típico hotdog Sonoran. No caminho para a saída da cidade, pare no El Güero Canelo (que em espanhol significa “loiro cor-de-canela”) e devore um hotdog com bastante bacon temperado com salsa e maionese.

Quer descobrir mais atrações da região de Tucson e em todo o estado do Arizona? Continue lendo no Visite os EUA.

Explorar mais

O histórico trem da Durango & Silverton Narrow Gauge Railroad ganha a montanha

Destino

Durango