Skip to main content
Stonewall: visite o local de nascimento do movimento dos direitos LGBT moderno nos EUA.

Nova York

Stonewall: visite o local de nascimento do movimento dos direitos LGBT moderno nos EUA.

Por: Kelsy Chauvin

Rhododendrites / Wiki Commons
1 de 1
  • Estados:
    Nova York

O Greenwich Village é o mais famoso bairro boêmio da cidade de Nova York, Nova York.

Artistas, escritores, músicos, pensadores e outras figuras criativas e não convencionais debandaram para cá desde o início do século XX, estabelecendo uma comunidade na qual as pessoas podem relaxar e ter orgulho de ser elas mesmas. Com um histórico desses, faz sentido que esse seja o lugar onde se consolidou o movimento norte-americano dos direitos civis para homossexuais. Hoje, esse movimento é homenageado com o Stonewall National Monument, que acabou de virar US Park (ou seja qual for o termo oficial).

O que aconteceu em Stonewall?

O movimento começou em 1969, em uma noite de verão aparentemente comum em Greenwich Village. Em 28 de junho, os clientes bebiam e socializavam no Stonewall Inn, uma taverna que atendia gays, lésbicas, bissexuais e transexuais. Então, de repente, agentes da polícia de Nova York invadiram a taverna, como já haviam feito várias vezes, acendendo as luzes e exigindo documentos de identidade e provas de que os clientes vestiam roupas condizentes com seu sexo. Qualquer pessoa que não estivesse em conformidade seria levada para a cadeia.

Mas, nessa noite de verão, muitos homens e mulheres combateram o abuso. Muitos concordam que a artista lésbica Stormé DeLarverie desferiu o primeiro soco contra a polícia, o que deu início a vários dias de protestos e manifestações por parte de milhares de nova iorquinos frustrados com a perseguição sistemática aos indivíduos LGBT.

Os protestos e revoltas já haviam acontecido anteriormente na Filadélfia, em Los Angeles e em outras cidades. Mas, diferentemente de qualquer outra, a rebelião de Nova York em Stonewall uniu a comunidade LGBT e alentou um movimento em busca da igualdade de sexo e gênero.

O Stonewall National Monument abrange o Christopher Park e o quarteirão da Christopher Street, uma das ruas que contornam o parque, em frente ao Stonewall Inn.

O Stonewall National Monument abrange o Christopher Park e o quarteirão da Christopher Street, uma das ruas que contornam o parque, em frente ao Stonewall Inn.
Ver mais
Beyond My Ken / Wiki Commons

Visite o Stonewall National Monument

Hoje, um passeio pela Christopher Street convida os visitantes a absorver um pouco dessa história nas mesmas ruas onde a rebelião aconteceu. Em um espaço muito maior que o original, o Stonewall Inn permanece de pé com seus dois andares e opera como bar e casa de shows, com happy hours noturnos, uma mesa de bilhar, festas regulares e shows ao vivo para a comunidade LGBT e todos que visitam.

Embora muitos já considerassem a Stonewall e Christopher Street os locais oficiais de encontro para eventos e memoriais LGBT da cidade, em junho de 2016, a área tornou-se o mais recente monumento nacional dos EUA.

A nomeação pelo Presidente Barack Obama compreende a taverna e o Christopher Park do outro lado da rua, lar das estátuas da “Libertação Gay” do escultor George Segal desde 1992. A revelação do monumento ocorreu em 26 de junho de 2016, no aniversário de um ano da determinação da Suprema Corte dos EUA que legalizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo no país inteiro. Ele é o primeiro monumento nacional dedicado aos direitos LGBT.

A nova nomeação de Stonewall garante que essa parte da história LGBT seja preservada e protegida por várias gerações. O monumento também serve como um local público onde os visitantes de todo o mundo podem começar a compreender e celebrar seu legado histórico.

"Sabemos que somos os protetores da história", diz Stacy Lentz, coproprietária do Stonewall Inn desde 2006. "Realmente queremos que [Stonewall] seja um espaço para a comunidade inteira, como era em 1969. Apesar de ser meio malcuidado naqueles tempos, ainda era um lugar de encontro, e queremos manter isso vivo.”

Dentro do Christopher Park e do Stonewall National Monument, os turistas podem ver as estátuas da "Libertação Gay” de George Segal, que foram instaladas no parque em 1992.

Dentro do Christopher Park e do Stonewall National Monument, os turistas podem ver as estátuas da "Libertação Gay” de George Segal, que foram instaladas no parque em 1992.
Ver mais
Departamento de Parques e Recreação da cidade de Nova York

Tópicos relacionados:

Explorar mais
Horizonte de Buffalo

Destino

Buffalo