Skip to main content
Vista do topo da Tower of History

Michigan

St. Marys River em Sault Ste. Marie, Michigan: sua conexão com a aventura

Por: Joel Welin

1 de 1
  • Estados:
    Michigan

Sault Ste. Marie, no Michigan, oferece um ponto de partida como nenhum outro para aventuras na Península Eastern Upper.

Passeie pelas florestas, trilhas para caminhada ao longo da costa e reme nas águas do Lago Superior. Os faróis construídos antes da Guerra Civil Americana demarcam o lado sul do Lago Superior, com praias ótimas, e diversas trilhas levam a vistas e locais surpreendentes.

“The Soo” - onde tudo começou

O principal canal navegável da região é o St. Marys River, que segue do Lago Superior e passa pelas corredeiras que dão nome à cidade (os colonos franceses as chamavam de "Les Saults de Ste. Marie"; a palavra "Sault" significa "saltos" e também pode ser traduzida como "cachoeiras"), até chegar ao Lago Huron. Devido à localização privilegiada, Sault Ste. Marie foi posicionada para se destacar: o local, também conhecido como "The Soo", deu início à história de Michigan.

Partindo do Lago Superior, o St. Mary’s River é a força vital da cidade de Sault Ste. Marie.

Partindo do Lago Superior, o St. Mary’s River é a força vital da cidade de Sault Ste. Marie.
Ver mais

As Soo Locks

A mundialmente famosa eclusa Soo Locks transpõe essas corredeiras para permitir a navegação de navios cargueiros pelo St. Marys River e pelos Grandes Lagos. Uma das atrações da região é observar o funcionamento da eclusa, por onde passam em média 10 mil navios por ano, do topo da Tower of History, uma torre de 64 metros de altura localizada próximo ao centro da cidade de Sault Ste. Marie. Outra opção é embarcar em uma excursão de barco pela Soo Locks e ver os navios cargueiros de perto na própria eclusa.

Com as excursões de barco, os visitantes podem ver de perto os navios cargueiros gigantes atravessando a famosa eclusa Soo Locks.

Com as excursões de barco, os visitantes podem ver de perto os navios cargueiros gigantes atravessando a famosa eclusa Soo Locks.
Ver mais

O SS Valley Camp e Water Street

Do alto da torre também é possível avistar o SS Valley Camp, um navio cargueiro que costumava navegar pelos Grandes Lagos e foi transformado em um museu de 6.100 metros quadrados. O local expõe itens como os barcos salva-vidas do navio SS Edmund Fitzgerald, que naufragou em 1975 no Lago Superior com 29 pessoas da tripulação a bordo. O museu também conta com quatro aquários de 4.500 litros repletos de peixes que habitam os Grandes Lagos.

A poucos metros dali, encontra-se a histórica Water Street, onde você pode visitar as antigas casas de John Johnston e do Bispo Baraga, além do escritório de Henry Rowe Schoolcraft. Além das exposições, essas construções históricas recebem artistas que interpretam antigos comerciantes de peles, missionários e colonos.

Visite o SS Valley Camp, um navio cargueiro que costumava navegar pelos Grandes Lagos e que foi transformado em museu marítimo e de história natural.

Visite o SS Valley Camp, um navio cargueiro que costumava navegar pelos Grandes Lagos e que foi transformado em museu marítimo e de história natural.
Ver mais

Whitefish Bay

Na parte alta da cidade, encontramos a desembocadura do St. Marys River na Whitefish Bay, conhecida pelos diversos naufrágios que aconteceram na região após a abertura da eclusa Soo Locks em 1855. Hoje a baía é muito procurada para a prática de canoagem e stand-up paddle, principalmente nos meses mais quentes do ano. Muitas das pessoas que vão à região para praticar esses esportes também seguem as trilhas de caminhada pelas colinas para desfrutar da vista panorâmica do Lago Superior ou aproveitam para nadar, pescar ou observar os pássaros na orla.

Horizonte de St. Marys River e os canais das proximidades também são um prato cheio para quem gosta de esportes aquáticos.

O St. Marys River e os canais das proximidades também são um prato cheio para quem gosta de esportes aquáticos.
Ver mais
Mais informações

Como chegar

você pode tomar os voos diretos da Delta que partem da cidade de Detroit, também no Michigan, e desembarcar no Aeroporto Internacional do Condado de Chippewa, localizado 32 quilômetros ao sul da cidade de Sault Ste. Marie. No aeroporto, você pode alugar um carro e seguir até a região conhecida como "The Soo".