Skip to main content
Mike Ledbetter tocando blues em um arranha-céu de Chicago, Illinois
1 de 1
  • Estados:
    Illinois

É uma noite fria, uma leve brisa sopra em seu cabelo. As águas tranquilas do lago Michigan se movem em torno de seu barco com ondas suaves. Você faz um brinde enquanto o sol se põe lentamente em um dos maiores horizontes dos Estados Unidos.

O cenário da cidade é familiar, mas o clima é diferente - limpo, moderno, significativo. E as pessoas mal podem esperar para mostrar o que a cidade tem a oferecer ou para contar uma história das ruas da Cidade do Vento. Esta é Chicago, uma cidade com muito orgulho de suas origens.

À medida que você flutua serenamente pela água, o centro da cidade vibra ao seu redor, repleto de vida noturna, restaurantes premiados e música de alto nível. Enquanto seu guia turístico conta histórias sobre como a vaca da senhora O'Leary iniciou um incêndio em toda a cidade em 1871, não vai demorar muito para você perceber que a Second City não é uma cidade como outra qualquer. O músico de Chicago, Mike Ledbetter, capta melhor esse momento. "Há uma beleza em Chicago que inclui um casamento entre a impressionante arquitetura cercada pela natureza, a arte e a bravura de uma cidade envelhecida e lendária."

As pessoas e o blues

Você encontra a bandeira da cidade acenando de edifícios, tatuada em antebraços e estampada em — bem, em tudo. As pessoas aqui conhecem sua história e essa história está profundamente entrelaçada com o blues. "Música tem a ver com contar uma história, e não há melhor maneira de fazer isso senão cantando blues", afirma Ledbetter.

Durante a Grande Migração, 500.000 afro-americanos deixaram o sul rural e se mudaram para esta cidade do Centro-Oeste, muitas vezes assumindo empregos em fábricas. Clubes como o Dreamland Ballroom eram mais elegantes do que seus equivalentes do sul, e a música enfrentou o desafio. Com base nos sons familiares de blues, jazz e gospel locais, os nativos de Chicago começaram a incluir instrumentos como guitarra, bateria e piano; músicos começaram a tocar solos no palco. O novo estilo ganhou um nome mais interessante: Boogie Woogie.

Chicago ainda é o lar de muitos músicos de blues locais, e há muitos locais históricos dedicados à arte. Para ter a chance de tocar com o vencedor do Grammy, Lurrie Bell, vá até o B.L.U.E.S Bar na Halsted Street. Para aqueles interessados na cena do jazz e slam poesia, o Green Mill é imperdível. E se você estiver apenas querendo dar um pouco de risada, garanta ingressos para uma noite de improvisação na Second City.

Conferindo recordações de blues com Lurrie Bell

Conferindo recordações de blues com Lurrie Bell
Ver mais

Improvisação

Chicago, como a maioria das cidades, é cheia de talentos incríveis, desde músicos de rua na Michigan Avenue até dançarinos da Joffrey Ballet. Diferentemente da maioria das cidades, Chicago tem uma cena de comédia de esquete e improvisação famosa que prospera até os dias de hoje.

A The Second City abriu suas portas em dezembro de 1959. O sucesso da Second City gerou uma tendência de abertura de mais espaços de apresentação na cidade. Os talentos que se apresentaram no palco tornaram-se algumas de nossas estrelas de cinema e televisão mais queridas, como Bill Murray e Tina Fey.

Hoje, a The Second City prepara a próxima geração de titãs da comédia, promovendo aulas e workshops. Se você não conseguir ingressos para as apresentações do Mainstage ou do E.T.C., você ainda poderá assistir a diferentes níveis de talento aperfeiçoarem sua arte.

Se você quiser ver uma amostra mais ampla do que os artistas de Chicago têm a oferecer, o Stage 773 é um centro de festivais de comédia. Você pode garantir ingressos para o Chicago Sketch Comedy Festival, em janeiro; o Chicago Women’s Funny Festival, de maio a julho; e o Chicago Nerd Comedy Festival em maio. Ele também abriga a mais antiga comédia musical da cidade, Cupid Has a Heart On, e apresenta uma seleção com curadoria de mostras produzidas de forma independente.

Ledbetter reflete: "Chicago é um pouco de tudo, tudo em um só. Tem o clima da cidade grande e a atmosfera familiar da cidade pequena. Chicago também tem tudo a ver com atitude. Ela é intensa, mas no bom sentido." E ela está certa. Chicago tem arte interativa como o Cloud Gate, também conhecido como The Bean e a Crown Fountain (Fonte Crown). Há uma escultura gigante de Picasso na Daley Plaza e um enorme conjunto de pernas de ferro no Grant Park. Você encontrará praias, um passeio à beira do rio, roda-gigante, pizza "deep-dish" (pizza no estilo Chicago) e um time de beisebol que superou uma maldição de 71 anos.

O que quer que esteja procurando, você encontrará em Chicago, Illinois. E a cidade está pronta para recebê-lo.

Mike Ledbetter, cercado pela arquitetura icônica de Chicago

Mike Ledbetter, cercado pela arquitetura icônica de Chicago
Ver mais
Explorar mais
Uma família faz piquenique em um mirante no rio Mississippi

Destino

Galena

Pontiac Fieros clássicos no Route 66 Hall of Fame & Museum

Destino

Pontiac