Skip to main content
A cidade fictícia de Spectre do filme Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas
1 de 1
  • Estados:
    Alabama

As ruínas de uma idílica cidadezinha construída para o filme Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas ainda resiste ao tempo na rua principal intacta.

Às margens do rio Alabama, fica a fictícia Spectre, embora todas as ruínas da bucólica cidade sejam apenas o que sobrou dos cenários de filmagem abandonados.

Em Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas, um filme de 2003, o personagem principal visita a cidade imaginária de Spectre em vários momentos de sua vida. Quando garoto, ele passa seus anos dourados na cidade, mas, ao retornar mais tarde, encontra o lugar destruído e em ruínas. Por fim, o homem salva a cidade e, numa última visita, a encontra restaurada.

O que sobrou após o “Fim”

Na verdade, as fachadas de Spectre foram construídas em uma ilha particular no rio Alabama. Na filmagem das cenas finais, a equipe simplesmente deixou para trás as construções cercadas por árvores de isopor e outros itens cenográficos. A versão completa da cidade foi a última a ser filmada; assim, quando os cenários se viram abandonados, de fato pareciam estar ali esquecidos há décadas.

De início, toda a rua central foi deixada na propriedade, com as casas, lojas e a capela de Spectre amontoadas na estada principal para que outros perambulantes as encontrassem. Infelizmente, após alguns anos desde o encerramento das filmagens, parte das fachadas começou a cair e despencar. Quando os proprietários tentaram remover o entulho, faíscas irromperam pela estrada e incendiaram os prédios restantes. Todo o distrito comercial da “cidade” se perdeu. A casa no rio da personagem Jenny foi toda demolida depois de a enchente decretá-la sem segurança.

Desde o início de 2017, quem visita a ilha pode ver ainda seis casas, a igreja, três árvores da floresta assombrada e as colunas da entrada da casa de Jenny. Talvez você queira esticar um pouco mais as pernas e ir até os limites da ilha, como muitos costumam fazer.

O que você deve saber antes de ir

Pegue a Alabama River Pkwy para Cypress Ln e siga em frente por cerca de 482 metros até o portão de entrada. Quando chegar ao portão abandonado (entrada apenas enquanto houver luz do dia), ligue para o número de telefone na placa e receba o código de acesso ao portão. Para entrar na ilha, é necessário pagar uma taxa de acesso de US$ 3 por pessoa (podendo também pescar, passear de barco e acampar por uma taxa de US$ 10 por pessoa por pernoite, US$ 5 por criança até 10 anos de idade). O portão é monitorado por câmeras.

Conteúdo criado originalmente para a Atlas Obscura.

Mais informações