Skip to main content
Bartender de Denver no Black Project
1 de 1

Bem-vindo a Denver, Colorado

Onde as pradarias das Grandes Planícies encontram as Montanhas Rochosas, e onde o Velho Oeste foi conquistado, a atual Denver, em Colorado, é uma cidade inesperadamente moderna e cosmopolita. No entanto, seu charme está enraizado no espírito independente do Oeste, em uma conexão com a natureza e em um acolhimento da arte e da criatividade rivalizando com as capitais culturais mais conhecidas do país. Longe das costas e a 1,6 km acima das planícies, Denver é cheia de contradições. Uma das maiores cidades e entre as que mais crescem nos EUA, possui equilíbrio do ritmo urbano com uma qualidade de vida construída sobre passeios de bicicleta e aventuras ao ar livre, cervejas artesanais e música ao vivo, parques públicos e arte pública. Essa cidade próspera tem algo para todos. Para conhecer a cidade como um habitante nativo, perguntamos aos locais o que fazer durante uma visita. Veja algumas das favoritas:

Tem gosto de frango?

Se você gosta de comida, Denver é um prato cheio. Para conhecer um pouco da Antiga Denver, os habitantes locais recomendam o saloon de churrascaria histórico, o Buckhorn Exchange, que serve produtos locais para aventureiros, incluindo ostras, búfalos, iaques, cascavéis e avestruzes das Montanhas Rochosas. Há também City, O’ City, um favorito o dia todo para vegetarianos (fica aberto das 7h às 2h). Em City, O’ City, não há apenas clássicos hippies, como asas de seitan e bacon de tempeh, mas também comidas caseiras sem carne, como poutine, frango e waffles (feitos com "frango frito em salmoura bourbon" de couve-flor). Há até mesmo um bar completo: quem disse que vegetarianos não sabem se divertir?

City, O’ City em Denver, Colorado
Ver mais
Mais informações

Arte para todos

Siga para RiNo, o armazém industrial e área de funilaria anteriormente conhecido como River North, e que apresenta os espaços artísticos, de artesanato, de moda independente e vielas grafitadas mais excitantes da cidade. Participe de inaugurações em Redline, um centro artístico contemporâneo sem fins lucrativos que é a alma do bairro, participe de um workshop de macramê ou de criação de pinhatas em River North Workshop Co., ou compre bocas-de-sino e joias de pedras preciosas artesanais em Meraki Moon. Em seguida, vá para The Source, um hotel onde os habitantes locais gostam de passar um tempo e onde você encontrará uma variedade de restaurantes, lojas e um cervejaria artísticos sob o mesmo teto.

Habitante local de Denver no Source, localizado no bairro artístico RiNo
Ver mais

Viva e deixe viver no Linger

Um antigo mortuário pode não parecer um lugar procurado para passar uma tarde. Mas o Linger Eatuary é amado pelos locais, que se reúnem nesse lugar badalado de LoHi, o bairro de Lower Highlands. Como se a vida passada de Linger como casa funerária não fosse novidade o bastante, o restaurante içou um trailer de 1975 sobre seu teto. O trailer retrô funciona como bar e cozinha do pátio, servindo pequenos pratos ecléticos e de inspiração internacional a US$ 5 no happy hour. Prove o acompanhamento persa vegano (húmus, queijo Havarti com endro, salada israelita, abacate e rúcula) ou um taco de churrasco coreano livre de glúten (costela de Wagyu, salada de feijão verde, rabanete, ervilhas ao wasabi, aioli gochujang, gengibre e limão).

Placa do Linger Eatuary
Ver mais
Mais informações

De pepitas de ouro a rock and roll

A atmosfera de Velho Oeste de Denver se estende ao cenário musical enraizado na reputação de Corrida do Ouro dessa cidade de entretenimento: um local para gastar seus lucros do ouro em teatro de vaudevile e burlesco. Nos últimos anos, muitos dos teatros históricos dos primórdios de Denver (lugares como o Ogden construído em 1919, o Bluebird de 1913 e o Gothic de 1929) renasceram como locais de música ao vivo. Claro, nenhum local é mais amado que Red Rocks, o lendário anfiteatro em que "as bandas mais incríveis do mundo" se apresentam, no autodenominado único anfiteatro natural acusticamente perfeito do planeta.

Anfiteatro Red Rocks
Ver mais

Passeio pelo rio

Entre em um dos muitos bairros diversos de Denver e passeie pelos leitos cheios de murais de Cherry Creek em uma viagem ao longo dessa belíssima trilha de 67,6 km. Para conhecer a cidade como os locais conhecem, adquira uma associação de 24 horas (US$ 9) para o programa de compartilhamento de bicicletas B-Cycle e leve sua companheira de duas rodas para passear. Passe pelo caminho de Cherry Creek, conhecendo pontos turísticos locais, como Denver Skatepark, o maior skatepark gratuito do país, a Tattered Cover Bookstore, e a histórica Union Station, recém-restaurada, com um programa de apiário urbano em seu telhado no centro. Ou então, siga de caiaque em Confluence Park, onde Cherry Creek encontra South Platte River, e reme até o coração da cidade. Afinal de contas, não é toda cidade que tem corredeiras passando em seu interior.

Homem com caiaque no Confluence Park em Denver, Colorado
Ver mais

Que tal um pouco de Jazz?

Inaugurado um dia após a revogação da proibição em 1933, El Chapultepec Jazz Club, conhecido localmente como "Pec", é uma catina mexicana tradicional transformada em casa de jazz de renome nacional. É um bar que recebeu grandes nomes da música e ex-presidentes: Count Basie, Frank Sinatra, Tony Bennett, Wynton Marsalis, e Ella Fitzgerald já se apresentaram aqui. Assim como Bill Clinton e seu saxofone tenor. A pesar de seus convidados famosos, o Pec continua como uma imersão autêntica e rústica ao Oeste. Imagine iluminação em neon rosa, banquetas em vinil rosa e pratos de papel servindo clássicos de Denver, como burritos embebidos em chili verde (isso é O ESSENCIAL para os habitantes locais). Em uma cidade dominada por cervejas artesanais, o Pec detém a conta mais antiga da Coors no Colorado. Se quiser algo mais forte, prove o Chapultepec Shot, um shot de tequila prata com um filete de creme de menta verde e um gafanhoto comestível desidratado.

Cantora local no El Chapultepec Jazz Club
Ver mais
Mais informações
Explorar mais