Skip to main content
Pedras sonoras do Ringing Rocks Park
1 de 1
  • Estados:
    Pensilvânia

Rochas misteriosas que emitem sons musicais quando golpeadas.

Em 1890, J.J. Ott apresentou um incrível concerto para a Buckwampum Historical Society. O que tornou o concerto incrível não foi a música tocada, mas o instrumento tocado por Ott. O instrumento era feito de pedras que reproduziam “tons nítidos como os de sinos” quando golpeadas por um martelo. Você pode dizer que este foi o primeiro concerto de rock: rochas.

Ott adquiriu as pedras musicais de um campo de rochas próximo em Upper Black Eddy, Pensilvânia. O campo de rochas conhecido atualmente como Ringing Rocks Park ocupa 7 acres de uma área igualmente arborizada e tem mais de 3 metros de profundidade, contando com as rochas.

Somente um terço das rochas emite sons e, por muito tempo, não se soube ao certo o que as fazia tocar. Contudo, em 1965, um grupo de cientistas esmigalhou, arrebentou e recortou as rochas. Após realizarem vários testes, descobriram que as rochas de fato emitem sons, mas, na maioria das vezes, em tons baixos demais para serem captados pelos ouvidos humanos. Além disso, o mecanismo exato pelo qual vibram ainda é desconhecido (pode estar relacionado ao ciclo de congelamento-descongelamento que ajudou a criar o campo de rochas inicialmente).

Muitos se sentem tentados em surrupiar uma rocha sonora para experimentá-la mais tarde, mas isso é totalmente inútil, pois elas perdem sua capacidade musical se retiradas do meio das demais pedras.

O que você deve saber antes de ir

Como o site diz, traga seu próprio martelo!

Conteúdo criado originalmente para a Atlas Obscura.

Mais informações

Tópicos relacionados:

Explorar mais