Skip to main content
A Amtrak oferece viagens guiadas pelo Glacier National Park que duram de 4 a 16 dias

Montana

Nos trilhos: explore o Glacier National Park de trem

Por: Miriam B. Weiner

1 de 1
  • Estados:
    Montana

Há um século, o Glacier National Park tinha praticamente a mesma aparência de hoje.

Os picos irregulares das Montanhas Rochosas arranhavam o grande céu do norte de Montana, enquanto os lagos de brilho metálico refletiam as montanhas invertidas.

Recordação da história do Glacier National Park de trem

Hoje, o Glacier National Park (Parque Nacional Glaciar) atrai milhares de visitantes com seus mais de mil quilômetros de trilhas para caminhadas e inúmeras oportunidades para se tirar fotos espetaculares. Ainda assim, os imensos glaciares espalhados por todo o parque são a principal atração.

Os viajantes não tinham como apreciar esse cenário até o final do século XIX, quando o magnata das ferrovias, James J. Hill, começou a implantar os trilhos da Great Northern Railway (Grande Ferrovia do Norte), entre Chicago, em Illinois, e Seattle, em Washington, cortando pelo norte de Montana. James não era bobo. Ele reconhecia a necessidade de compartilhar a beleza natural do Glacier National Park com o mundo.

Até meados do século XX, o trem era a única maneira de se chegar ao Glacier National Park. Ainda hoje, ele é uma das maneiras mais autênticas e ecológicas de se chegar ao destino. A linha Empire Builder, da Amtrak, que segue a rota original, utiliza combustível com baixos níveis de emissão de carbono nas locomotivas que fazem a rota. Você encontrará estações de trem históricas e ficará hospedado em hotéis e chalés construídos por James no início do século XX.

Vagão de observação de um trem Amtrak

Vagão de observação de um trem Amtrak
Ver mais

Viagem de trem pelos EUA

A rota do trem Empire Builder da Amtrak vai de Chicago a Seattle. No trajeto, ele passa pelo Glacier National Park, em Montana.

"No caminho para Chicago, você passa por Dakota do Norte, que é um estado relativamente plano", diz o porta-voz da Amtrak, Marc Magliari, que já fez o percurso de trem várias vezes. "De repente, ao chegar a Montana, as montanhas simplesmente brotam bem na sua frente. É como poder enxergar ondas âmbar de grãos e a magnificência das montanhas roxas."

Durante a temporada (de meados de maio até outubro), os passageiros podem assistir a palestras educativas feitas por colaboradores do National Park Service (Serviço Nacional de Parques), que tratam de tudo, desde os animais selvagens locais às aventuras dos famosos exploradores Lewis e Clark.

Mas o mais importante, salienta Marc, é que o visitante não precisa manter o olho na estrada e pode se concentrar no que realmente importa: a beleza do parque.

"As pessoas precisam ver os glaciares enquanto eles ainda existem", ele afirma.

Percorrendo trajetos de trem, os passageiros podem se concentrar na paisagem

Percorrendo trajetos de trem, os passageiros podem se concentrar na paisagem
Ver mais

Itinerário

As viagens da Amtrak pelo Glacier National Park duram de 4 a 16 dias, e muitas delas já incluem refeições e ingressos para as atrações locais. Um pacote de férias de 11 dias incluiria:

Dias 1 e 2: A viagem parte de Chicago. Antes de embarcar no Empire Builder, você terá um ou dois dias para conhecer a cidade dos ventos. Aproveite para conhecer o Museum of Science and Industry (Museu da Ciência e Indústria), que abriga várias exposições sobre a evolução das ferrovias nos EUA. Na noite do segundo dia, você se despede de Chicago com uma refeição em um dos restaurantes mais conhecidos da cidade.

Dias 3 e 4: Na manhã do terceiro dia, o trem parte de Chicago para Mineápolis e St. Paul, no Minnesota. As Twin Cities (cidades-gêmeas) são uma boa forma de começar as férias repletas de aventuras ao ar livre. O estado, conhecido como "a terra de 10 mil lagos", oferece muitas oportunidades de passeios de barco, além de muitas praias e caminhos na beira da água. No final do quarto dia, você voltará ao trem para uma viagem noturna que atravessa Dakota do Norte e boa parte de Montana.

Do dia 5 ao dia 8: Ao acordar na manhã do quinto dia, dê uma olhada pela janela: o trem estará chegando a uma das duas estações históricas do Glacier National Park. Você terá vários dias para explorar o glaciar. É possível pegar o traslado para viajar pela Going-to-the-Sun Road (estrada em direção ao sol) ou fazer um cruzeiro por um dos lagos reluzentes do parque. Você pode reservar essas e outras atividades guiadas ao fazer suas reservas no trem do Amtrak ou aproveitar para explorar tudo por conta própria. Você passará três noites em uma das opções de acomodação do parque, que oferecem diferentes preços e níveis de luxo. Ao final do oitavo dia da viagem, você retornará ao trem para a viagem noturna até Seattle.

Do dia 9 ao dia 11: O nono dia inicia-se com a sua chegada a Seattle. A "cidade esmeralda" é a joia do estado de Washington no Pacífico e também o ponto final original da Great Northern Railway. Seu pacote de férias cobre um tour de dois dias em ônibus turístico, além de entradas para atrações conhecidas, como Space Needle, Chihuly's Garden (Jardim de Chihuly) e Glass Museum (Museu do Vidro).

Você terá a manhã do último dia da viagem livre para fazer o que quiser. Se tiver tempo sobrando e ainda não tiver cansado da vida ao ar livre, você poderá se aventurar no Mount Rainier National Park (Parque Nacional do Monte Rainier) ou no Olympic National Park (Parque Olímpico Nacional), ambos a cerca de duas horas da cidade.

Embarque para uma aventura pelo Glacier National Park

Embarque para uma aventura pelo Glacier National Park
Ver mais

Explorar mais

O histórico trem da Durango & Silverton Narrow Gauge Railroad ganha a montanha

Destino

Durango