Skip to main content
Cena da escalada da formação rochosa Penguins, no Arches National Park, Utah

Utah

Capturando a cena: escalada da formação rochosa Three Penguins, no Arches National Park

Por: Miriam B. Weiner

MacGillivray Freeman Films
1 de 3
No topo da formação rochosa Penguins, no Arches National Park, Utah

Utah

Capturando a cena: escalada da formação rochosa Three Penguins, no Arches National Park

Por: Miriam B. Weiner

MacGillivray Freeman Films
2 de 3
Tomadas aéreas da escalada da formação rochosa Penguins, no Arches National Park, Utah

Utah

Capturando a cena: escalada da formação rochosa Three Penguins, no Arches National Park

Por: Miriam B. Weiner

MacGillivray Freeman Films
3 de 3
  • Estados:
    Utah

É difícil não ver a Three Penguins (Os Três Pinguins), a formação rochosa que se parece com um grupo dos nossos favoritos pássaros vestidos com traje à rigor.

Ela se destaca na entrada do Arches National Park no leste de Utah (à somente 8 quilômetros de Moab). Entretanto, embora a maioria de nós pare, tire uma foto e siga viagem, os aventureiros de verdade se esforçam na busca pela vista panorâmica ideal do parque.

O renomado escalador Conrad Anker é um deles.

Junto com seu enteado, Max Lowe, e com sua colega escaladora, Rachel Pohl, ele está trabalhando com a MacGillivray Freeman Films para lançar um novo olhar sobre o Arches National Park em um novo filme, América Selvagem: Uma Aventura pelos Parques Nacionais, apresentado por Expedia e Subaru.

Mas esta não é uma escalada qualquer. Uma escalada que Anker geralmente faria de um jeito que descreve como “lento e medido” foi complicada pelo sol nascente e pela necessidade de se conseguir as imagens perfeitas. Os escaladores posicionaram suas cordas na véspera e escalaram rapidamente até o topo dos "pinguins" bem a tempo para que a equipe de filmagens pudesse filmá-los no cume com a luz do sol do seu lado.

“Foi uma aventura e tanto”, disse Anker. “Ficamos lá em cima, num espaço onde caberia aproximadamente uma mesa de carteado, com penhascos de aproximadamente 150 metros nos cercando de cada lado e um helicóptero voando sobre nossas cabeças. …Foi muito divertido!”

Para capturar a vista que Anker, Lowe e Pohl tinham lá de cima das cabeças da formação rochosa Three Penguins, a equipe da MacGillivray Freeman Film precisou de um pouco de ajuda do alto:

“Ter (um helicóptero) voando perto de você daquele jeito, sentindo a presença daquelas hélices enormes, não é algo do dia a dia”, disse Anker. “Mas é um jeito maneiro de compartilhar com todos a vista que se tem lá de cima da torre.”

Enquanto o desafio dos escaladores era concluir a escalada antes do amanhecer, o da equipe de filmagens era garantir que o helicóptero não perturbasse os visitantes do Arches National Park. A equipe trabalhou em conjunto com o U.S. National Park Service (Serviço Nacional de Parques dos EUA), para garantir que as cenas fossem gravadas de forma segura, sem perturbar os visitantes dos parques. Garantir que daria para tirar o máximo proveito do tempo limitado que a equipe tinha com o helicóptero exigiu coordenação especializada do diretor de América Selvagem: Uma Aventura pelos Parques Nacionais, Greg MacGillivray.

“Trabalhar com Greg e com a equipe de filmagem é muito recompensador,” disse Anker. “Ele é muito profissional e faz isso há décadas. Ele é o mestre do IMAX. Todos tínhamos que estar na posição certa na hora certa, e daí fazer tudo exatamente no momento certo. Quando isso acontece, você está fazendo arte.”

O trabalho duro valeu a pena. A câmera afixada ao helicóptero conseguiu filmar os escaladores comemorando o sucesso da escalada, além do momento angustiante quando Anker saltou de uma cabeça de pinguim para outra. Você poderá ver essas cenas arrepiantes no filme América Selvagem: Uma Aventura pelos Parques Nacionais, em cartaz nos cinemas em 2016.

Explorar mais

O histórico trem da Durango & Silverton Narrow Gauge Railroad ganha a montanha

Destino

Durango