USA Radio
Mississippi

Delta do Mississippi: o berço do blues

Por Victoria Shepherd


De um bom blues até um filé grande o suficiente para alimentar uma família inteira, minha viagem ao delta do Mississippi jamais será esquecida. Era primavera e eu estava fazendo turismo na região para saber mais sobre o sul, as acolhedoras pessoas que aí vivem e a diversidade de coisas para fazer.

Gateway to the Blues Visitors’ Center and Museum

O Gateway to the Blues Visitors’ Center and Museum, em Tunica, localizado na Blues Highway – a estrada do blues –, foi o ponto inicial perfeito para entender como o blues nasceu.

Entre as exposições estava uma incrível coleção de violões usados por músicos famosos, como a corneta do W.C. Handy. Contaram como bandas como os Rolling Stones e o Cream foram essenciais para manter o blues vivo.

Tentei arranhar uns acordes na guitarra havaiana e no diddley bow (instrumento de uma só corda, característico do blues) e fiz uma vergonhosa tentativa de gravar minha própria canção de blues no estúdio que eles têm por lá. Enviei por e-mail para mim mesmo – e na minha caixa de entrada permanecerá.

Natureza do delta e cardápio sulino

Depois de um cheeseburguer incrível de almoço no Blue and White, um posto de gasolina transformado em restaurante, fui para o Tunica RiverPark and Museum para conhecer as riquíssimas flora e fauna nativas do delta. O museu tem vista para o grandioso Rio Mississippi, que é um grandalhão enlameado, mas ainda assim incrível.

O jantar dessa noite foi no The Hollywood Café, um despretensioso bar cujo nome é homenagem a uma cidade do próprio Mississippi – e não à famosa cidade da Califórnia, como aposto que você pensou. Imortalizado na música “Walking in Memphis”, de Marc Cohn, esse pedaço de Hollywood, junto com os deliciosos tomates verdes fritos, continuarão fazendo parte indefinidamente da trilha do blues – a Mississippi Blues Trail.

Honrando os ícones do blues em Greenwood e Indianola

Na manhã seguinte, rumei para Greenwood, onde jaz a lenda do blues Robert Johnson, que dizem ter vendido a alma ao demônio em troca do sucesso como nos palcos. A singela lápide do seu túmulo, na isolada igreja Mount Zion, é um dos três lugares onde se acredita que Johnson tenha sido enterrado. Enquanto eu mirava a lápide, vários turistas chegaram para prestar suas homenagens.

Um deles disse "Parece que estou em Meca" e deixou uma garrafinha de uísque ao lado das outras, em fila. O Robert Plant, do Led Zeppelin, veio aqui em 2009 porque Johnson teve muita influência sobre ele na juventude, e até Eric Clapton chamou Johnson de "o cantor de blues mais importante que já existiu".

A parada seguinte foi o BB King Museum e o Delta Interpretive Center, em Indianola. Construído para homenagear a vida e o legado do provavelmente mais célebre de todos os músicos de blues da história, o museu é incrível. Eu poderia facilmente ficar perdida lá dentro por várias horas mais para conseguir absorver tudo.

Charme sulino em Greenville

Para jantar naquela noite, parei no Doe’s Eat Place, em Greenville, e fui apresentada ao ‘Lil Charles’, cujo avô abriu o restaurante, em 1941. Eu conheci alguns residentes locais quando cheguei que, muito simpáticos, me convidaram para sentar à mesa deles durante o jantar. Como disse a Lisa: “Não vá esperando nada chique por aqui, mas o que vem pela frente é a boa e velha cozinha sulina." Ela estava certa, embora eu não tenha conseguido dar conta de comer o filé – do tamanho de um campo de futebol –, acompanhado de feijões cozidos, tamales quentinhos e salada.

Fechei o dia no Walnut Street Blues Bar, lavando a alma com a cerveja Southern Pecan, feita no Mississippi, enquanto ouvia blues ao vivo.

Não existe nenhum outro lugar na terra como o delta do Mississippi! Descobri que é um lugar mágico e misterioso, repleto do charme sulino.

Para mais informações, visite:

Mississippi Development Authority Tourism Division

Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar