Este website usa Cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Saiba mais sobre como usamos os Cookies.

x
OK
USA Radio
Idaho

Hells Canyon

Navegar pelas corredeiras na garganta de rio mais profunda da América do Norte


Em sua longa campanha pelo sul de Idaho, o Rio Snake corta uma extensão aparentemente interminável de pastagens planas, com grande parte da sua água desviada para irrigação. Em seguida, na direção da fronteira do Oregon, com a borda das montanhas cortando o vale, o Rio Snake se concentra em escavar o seu poderoso Hells Canyon, a garganta de rio mais profunda da América do Norte.

Entre a barragem de Hells Canyon e Lewiston, o Snake desce 396 metros em apenas 113 km, dentro das muralhas do cânion que se eleva a uma média de quase 2.000 metros. Em seu ponto mais profundo, as paredes do cânion alcançam quase 2.500 metros, suficientemente profundo para conter 47 Niagara Falls empilhadas umas sobre as outras (e pense nisto: o Grand Canyon tem, no máximo, 1.800 metros de profundidade na vertical da margem do rio). Para uma distância de 170 km, sem ponte que cruze o rio, e poucas estradas pavimentadas chegam mesmo próximas ao cânion.

Essas remotas regiões do interior fazem parte da Hells Canyon Recreation Area, de 264.052 hectares, que atravessa uma parte de 114 km do Rio Snake (o cânion do rio, propriamente dito, está preservado na Hells Canyon Wilderness Area, de 86.600 hectares). A maior parte do terreno é composta por paredes de rocha em precipício e vales laterais íngremes, como fendas. Isso significa que praticamente a única maneira de experimentar essa fronteira épica é a pé, cavalo ou de modo —mais fascinante— em um bote. Navegue o Rio Snake em uma balsa, barco pequeno ou caiaque, para aventuras de alta adrenalina nas águas turbulentas das 34 corredeiras de classe II a IV na parte mais popular do cânion, a passagem de dois a três dias entre a barragem Hells Canyon e a chegada em Pittsburgh. Para viajantes com menos tempo, passeios de lanchas com turbina a jato também estão disponíveis; uma opção menos idílica mas igualmente emocionante de ver o cânion no pequeno espaço de um dia. As lanchas partem depois da barragem de Hells Canyon e também de Lewiston, mais ao norte (jusante) de Hells Canyon.

Embora seja preciso ter algum tempo—e, em alguns casos, nervos de aço,— é possível explorar partes do Hells Canyon de carro. Para ter uma vista aérea do Hells Canyon, a do Hat Point, aonde se chega por estradas secundárias saindo de Imnaha, Oregon, é quase imbatível.

Do lado de Idaho, várias estradas de cascalho saem de Riggins até Seven Devils Mounstains, uma área de picos acidentados e bacias lacustres na borda do cânion do Rio Snake. Exploradores de locais remotos recomendam procurar o mirante Heaven's Gate, aonde se chega por longas estradas de serviço florestal do sul de Riggins. A uma altura de 2.500 metros, é um dos mirantes mais elevados da área de Hells Canyon, com vistas absolutamente deslumbrantes de uma das paisagens mais puras do mundo.

Essa ideia de viagem pode ser encontrada em:

1.000 lugares para ver nos Estados Unidos & no Canadá antes de morrer©

Para informações completas sobre os locais mencionados aqui, além de muitas outras ideias de viagens nos Estados Unidos, veja o best-seller de Patricia Schultz.

Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar