USA Radio
Talladega, Alabama

Talladega Superspeedway

Junte-se à multidão que descobriu as emoções da NASCAR


Para 75 milhões de fãs da NASCAR, a Talladega Superspeedway é uma trilha lendária, a mãe de todas as corridas e uma lenda absoluta. Nessa meca com cerca de 1.214 hectares e capacidade para 143.000 carros, localizada nos arredores de Birmingham, os espectadores testemunharam alguns dos maiores índices de velocidade registrados no planeta.

A NASCAR (National Association for Stock Car Auto Racing), fundada por Bill France, realizou sua primeira corrida em 1949 em Daytona Beach, Flórida, que ainda hoje é a sede da organização. France ampliou a associação e alcançou outros Estados (a Carolina do Norte é o epicentro não-oficial) em 1969, construindo a Alabama International Motor Speedway, que em 1989 passou a se chamar Talladega Superspeedway em homenagem à pequena cidade em que está localizada.

Não há melhor momento para experimentar essa emoção do que durante a Nextel Cup, a maior competição da NASCAR, com nada menos do que 36 corridas durante mais de dez meses em vários locais (duas delas acontecem em Talladega). As pistas da NASCAR são diferentes e variam de cerca de meia milha de comprimento a 2,66 milhas em Talladega (a maior). Foi aqui que Bill Elliott alcançou a volta mais rápida já registrada, em 1987: 212,809 milhas/h ou 342,483 km/h. A partir do ano seguinte, a NASCAR exigiu que os carros corressem com placas restritivas, proibindo velocidades tão altas; mesmo assim, a pista ainda é conhecida por acidentes frequentes.

Apesar do ‘esteriótipo de caipiras sulistas’, os fãs leais da NASCAR estão espalhados por uma ampla faixa demográfica. Apenas 38 por cento deles são do sul, três quartos deles frequentaram uma universidade e 40 por cento são mulheres.

O Hall da Fama e museu International Motorsports, ao lado de Talladega, exibe mais de 100 carros em estado de novo, caminhões e outros veículos de corrida que chegam a um Ford 1919 que correu na Indy. Entre os carros em exposição encontram-se um Ford Thunderbird de Bill Elliotts, de 1985, o Bertha, carro de corrida favorito de Darrell Waltrip, e os 500 vencedores de Daytona, guiados por Dale Jarrett, Richard Petty e Bobby Allison. Embora não esteja relacionado com a NASCAR, o museu Barber Vintage Motorsports é uma excursão popular para os aficionados por carros em visita à região. Fundada pelo empresário local George Barber, que restaurou e correu com Porsches nas décadas de 1960 e 1970, o museu sem fins lucrativos traça a história da motocicleta através de uma variedade impressionante de mais de 1.000 máquinas. O favorito absoluto? Uma réplica da Harley-Davidson do clássico de 1969, Easy Rider. Nas proximidades do museu está a encantadora Barber Motorsports Park, uma pista sinuosa de 2,3 milhas usada para corridas de carro e motos históricos, além de abrigar escolas e clubes como o Porsche Driving Experience.

Essa ideia de viagem pode ser encontrada em:

1.000 lugares para ver nos Estados Unidos & no Canadá antes de morrer©

Para informações completas sobre os locais mencionados aqui, além de muitas outras ideias de viagens nos Estados Unidos, veja o best-seller de Patricia Schultz.

Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar