USA Radio
março 11, 2016

Road trip pelo sul


No sul dos Estados Unidos você vai encontrar churrascos deliciosos, vida selvagem incrível e hospitalidade calorosa.

Depois das alegres boas-vindas a Little Rock, no Arkansas, cercadas pelo calor do fim do verão, nossa turma foi até a Alamo Rent-A-Car para pegar nosso novíssimo Ford Explorer, que nos levaria estrada afora com estilo. Nossa convidada, Camille, francesa famosa por ser aventureira e blogueira de viagens, chegara de um longo voo vindo de Nice, na França. Depois de fazer check-in no hotel, fomos todos jantar em uma casa de carnes no centro chamada Sonny’s. A atmosfera era casual, descolada e escurinha: o alívio perfeito para o calor do fim de tarde. Com lagosta e prime rib, brindamos com um delicioso cabernet sauvignon à fantástica viagem que nos esperava. Para fechar a primeira noite com chave de ouro, nos misturamos à multidão em um piano bar ali próximo para bebericar alguma coisa após o jantar e dançar um pouco.

No dia seguinte, fomos dar um breve passeio pelo calçadão à beira-rio em direção à Biblioteca Presidencial de William J. Clinton, onde entramos em contato com a história do 42º presidente dos EUA e vimos de perto como é a vida de um presidente. Um passeio pelo bairro de SoMa (que quer dizer South of Main Street", ou "ao sul da Main Street") nos levou à loja “The Green Corner Store”, que conta com um balcão da sorveteria Loblolly Creamery, onde provamos sorvetes finos feitos com ingredientes locais e muito amor. Depois de nos acabarmos no sorvete, chegara a hora de partir para Hot Springs, no Arkansas.

Viajando rumo ao sudeste, nos deparamos com o viçoso cenário verdejante das Montanhas Ouachita e a pequena cidade de Hot Springs. Situada entre várias fontes termais ricas em minerais, a cidade é conhecida pelas tradicionais casas de banho, muitas delas ainda em operação. Um show mágico no centro e um jantar clássico com frutos do mar ao estilo sulino nos preparou para uma boa noite de sono no histórico Arlington Hotel. Começamos na manhã seguinte com um tratamento especial e completíssimo no spa mineral da Buckstaff Bath House, com esfoliação e massagem. Um almoço sulino clássico, com sanduíche de carne de porco desfiada (o famoso "po'boy"), costelas e sweet tea, no Stubby’s, nos deu energia para uma caminhada até a Mountain Tower, que fica a algumas centenas de metros acima da cidade, oferecendo vistas incríveis das Montanhas Ouachita. Decidimos que estava na hora de aplacar o calor da tarde e seguimos, então, para uma das várias marinas no Lago Hamilton, ali próximo. Lá mesmo pegamos um barco de passeio para ver o pôr do sol em alta velocidade! Depois de nos secarmos, voltamos novamente à estrada, desta vez rumando para o oeste, sobre o Rio Mississippi.

Clarksdale, no Mississippi, é uma cidadezinha onde não faltam tabernas, ou casas de blues, que cultivam o som do blues sulino há décadas. Oxford, no Mississippi, foi a próxima parada. Lar da famosa Universidade do Mississippi, mais conhecida como Ole Miss, de William Faulkner e de uma cena gastronômica incrível. Nossas atividades vespertinas incluíram um passeio pelo histórico campus da universidade e uma volta ao passado proporcionada pela Rowan Oak, a casa onde o escritor vencedor do Prêmio Nobel William Faulkner e sua família moraram por mais de 40 anos. Depois fomos almoçar no delicioso Ajax Diner antes de pegarmos a estrada em direção ao lugar de nascimento do lendário Elvis Presley: Tupelo, no Mississippi.

Aproveitamos mais um belo dia, andando por Tupelo, com uma parada na Tupelo Hardware, onde Elvis Presley comprou seu primeiro violão! O que não faltava era quilômetro para percorrer, então pegamos a estrada ainda de manhã, dirigindo para o sul passando por Selma, no Alabama, onde em 1965 ocorreram as Marchas pelos Direitos Civis de Selma a Montgomery, retratadas no elogiado filme Selma. De lá, cruzamos a Costa do Golfo e fizemos check-in no Grand Marriott in Point Clear, no Alabama. No fim do dia, uma quantidade obscena de frutos do mar serviu como jantar e fomos dormir exaustos, mas prontos para outras atividades na costa.

Nossa primeira parada do dia foi no encouraçado USS Alabama, um labirinto de aço e armas que é, no mínimo, uma visão impressionante. Para almoçar, dividimos um prato de patinhas de caranguejo e fomos para o Five Rivers Delta para fazer um tour pelo pântano, onde ficamos de boca aberta vendo jacarés, garças-azuis e flores de lótus. Indo para Orange Beach, Alabama, ali perto, na direção leste, chegamos à cidade a tempo de pegar alguns jet skis na baía e termos um belo refresco em alta velocidade. O jantar foi no restaurante The Gulf, um paraíso ao ar livre com decoração praiana e uma comida incrível. 

Na manhã seguinte, fomos dar umas remadas em caiaques duplos pelo Rio Bon Secour, deslizando em silêncio sob folhagem silvestre e curtindo a vida selvagem. Quando nos demos conta, já havíamos saído dos caiaques, entrado no carro e cruzado a fronteira do estado, entrando em Pensacola, na Flórida, para uma sessão de stand-up paddle ao pôr do sol. No dia seguinte, fomos passeando pela cidade histórica de Pensacola a bordo de Segways, assimilando trechos da história entre ataques de riso com nosso divertido modo de transporte. Depois de passeio pela Palafox Street, no centro, uma parada no museu e um delicioso almoço na Fish House, voltamos à estrada até Tallahassee, na Flórida.

Tivemos sorte de ficar em um belo casarão antigo no centro da cidade, ou “Tally”, para os íntimos. O lugar era lugar incrível para uma pousada, e a proprietária nos fez duas incríveis refeições durante nossa estadia. Minha refeição favorita da viagem inteira foi em Tally, no Cypress Restaurant, um conhecido ponto que cria combinações impecáveis dos mais inspirados sabores do sul. Nessa noite, fomos dar uma voltinha fora da cidade e seguimos até o Bradfordville Blues Club, onde finalmente conseguimos ver um show ao vivo do verdadeiro blues, tocado em um ambiente despojado do oeste da Flórida. Enquanto Mr. Sipp se acabava ao microfone, dançamos noite adentro antes de desmaiarmos na cama, felizes e sorridentes.

O incrível café da manhã feito em casa do típico "Shrimp and Grits" (camarão com canjiquinha) nos preparou para uma manhã no topo das árvores com a Tree to Tree Zip Adventures, no Tallahassee Museum, onde subimos quase 20 metros até as estruturas de arvorismo e tirolesa que pairam sobre pântanos e ciprestes. Depois, um delicioso almoço no Paisley Café e uma viagem até Wakulla Springs, onde foi filmado o clássico do suspense O Monstro da Lagoa Negra, para um passeio de barco. Encontramos peixes-boi, jacarés, flores raras e pássaros anhinga ao longo do caminho. 

A última refeição da nossa incrível viagem começou no Level 8 Bar, que tem vista para o centro de Tallahassee, e continuou no Avenue Bar and Grill, onde saboreamos um menu de quatro pratos de uma culinária incrível da terra e do mar... Tudo arrematado por alguns doces. No nosso último dia acordamos bem cedo e, ainda sonolentos, subimos em um helicóptero R44 para um passeio de uma hora de duração para ver Tallahassee de cima, saindo do centro e do campus universitário para sobrevoarmos Wakulla Springs e Eight Mile Lake; uma experiência incrível e empolgante graças à Tallahassee Helicopters. A metáfora "descer das nuvens" agora parecia real em todos os sentidos nessa incrível road trip, e já era hora de seguirmos caminhos distintos. Os estados do sul são muito mais do que esperávamos e logo queremos ouvir novamente o caloroso cumprimento sulino: "Voltem sempre (ou “Y’all come back now!, no original”)

Por Corey Warren

Leia mais sobre essa viagem
Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar