Este website usa Cookies para oferecer uma melhor experiência de navegação. Saiba mais sobre como usamos os Cookies.

x
OK
USA Radio
março 11, 2016

Costa a costa de trem – perguntas e respostas da viagem


Quando surge a oportunidade de percorrer o país inteiro viajando de trem, não dá para deixar para lá. Nossa jornada que cruzou o país foi de Los Angeles, na Califórnia, até Washington, D.C., parando nos destinos icônicos ao longo do caminho.

Fomos acompanhados de Sankara Subramanian, fundador do "Be on the Road", uma famosa marca de viagens e um dos 10 principais blogs de viagem da Índia. Sankara também é fundador de uma startup de consultoria de viagens, dá palestras sobre o assunto e é escritor freelancer sobre sua especializado, com trabalhos que figuram em revistas como National Geographic Traveler India, BBC Worldwide, Economic Times, The Times of India e várias outras publicações. Esse cara entende tudo de viagens e sente tanta curiosidade pelo mundo que chega a ser impressionante, o que fez ser uma honra e um privilégio a oportunidade de percorrer os EUA em sua companhia. Pedimos para ele nos dar suas impressões sobre a jornada pelos EUA, e aqui estão seus comentários.

P: Qual foi o lugar mais diferente que você visitou? Por quê?

R: Nova Orleans, com certeza. Essa cidade, com riquíssima história francesa e espanhola, que é tão diferente do restante do país. O espírito de festa, as comidas, os coquetéis de nomes duvidosos, os tabus, o poderoso Mississippi e várias outras coisas fazem dela minha cidade preferida nos Estados Unidos da América.


P: Qual foi a comida mais deliciosa que você experimentou na viagem? O que ela tinha de tão especial?

R: Pudim de pão com uísque, em Nova Orleans. Eu sou conhecedor de um bom uísque e nutro amor profundo por um bourbon de qualidade. Sem contar que tenho um lugar reservado no estômago para sobremesas deliciosas. Se você misturar um bourbon excelente com uma sobremesa magnífica, não tem como ela não entrar para a minha lista de favoritos.

P: Qual foi a coisa mais bonita que você viu durante a viagem? Por que era tão impressionante?

R: Foi cruzar o Lago Pontchartrain, em Louisiana, de trem. Estava chovendo forte e o Lago Pontchartrain estava cheio até em cima. Quando o trem cruzou o lago, a água chegava aos dois lados dos trilhos e de repente pareceu que estávamos andando de barco, não de trem. Essa experiência foi surreal, pois não é comum cruzar uma massa de água desse porte a bordo de um trem.

Nunca vi nada parecido, nem no meu país, nem em nenhum outro.

P: Conte para nós uma história engraçada que tenha ocorrido na estrada ou um fato surpreendente que você aprendeu: sobre a experiência toda, sobre os EUA em si ou sobre as pessoas que você conheceu.

R: Tenho certeza de que você dará risada quando eu lhe contar isso...

Essa foi minha primeira vez em Washington D.C. e, como todos os marinheiros de primeira viagem, estava muito ansioso para ver a Casa Branca, o ícone maior do poder e um dos prédios mais conhecidos do mundo. Só que, quando cheguei em frente dela, fiquei confuso... A Casa Branca real não era igual à Casa Branca que eu cansei de ver em vários e vários filmes. Por algum motivo, eu tinha visualizado a Casa Branca com um grande domo branco e, quando finalmente me vi na frente dela, procurei que nem louco aquele domo. Algum tempo depois, descobri que tinha confundido a Casa Branca com o Capitólio... Aparentemente eu não fui a única pessoa com olhar desconcertado. Meu amigo americano e outros turistas também fizeram a mesma cara de choque!

P: Quais foram suas impressões de viagens nos EUA antes dessa viagem que cruzou o país?

R: Eu sempre soube que os Estados Unidos são um país vasto, mas nunca tinha colocado os pés a leste do Texas nas visitas anteriores. Fiquei estupefato com as impressionantes diferenças nas paisagens de Los Angeles a Washington, D.C. Do surfe na Costa Oeste até as ruas super organizadas de Washington e do vasto deserto de Nevada, no Arizona e no Novo México, até os pântanos da Louisiana, a parte sul dos Estados Unidos é repleta de paisagens interessantes, culturas, história e muito mais. 

Mas o que mais chamou minha atenção mesmo é que eu me dei conta que, embora os Estados Unidos sejam um país relativamente novo, a história e a cultura são muito ricas. Eu jamais imaginara isso, pois não estudei história americana na escola, e fiquei muito feliz com essa descoberta.

P: O que você acha que um viajante de outro país acharia de mais interessante na sua viagem?

R: Percorremos o país todo com o Millennium Train Project (MTP), que foi uma experiência especial. Não é todo dia que você viaja em vagões personalizados da época de ouro nos trilhos, com teto solar, quartos privativos, salas de convivência, cozinha e muito mais.

Mas, dito isso, todos os lugares visitados ao longo da jornada com o MTP foram únicos. Sentia que cada dia era o ponto alto da viagem. Da vida glamourosa de L.A. até a vibrante cultura colonial de Nova Orleans, da pacífica cidade às margens do rio, em San Antonio, no Texas, até a cidade pesqueira de Baltimore, em Maryland, e da cidade dos festivais juvenis que é Austin até a capital dos Estados Unidos, explorar cada local foi uma jornada por si só.

Acho que qualquer viajante do exterior que vá para os Estados Unidos gostaria de diversidade de paisagens, locais muito diferentes entre si e, claro, viajar de trem, pois o trem traz uma perspectiva sem igual.


P: Que conselho você daria a um viajante que quisesse desbravar uma viagem de trem cruzando o país?

R: Vai fundo! Eu prometo que você vai curtir cada momento. Pode ser mais lento que viajar de carro, mas você vai adorar a perspectiva única. Pessoalmente, eu prefiro sentar em um vagão confortável de trem, ver a paisagem passar e fazer conexão com os habilitantes locais que atravessar quilômetros e quilômetros de deserto dentro de um carro.

P: Você gostaria de falar mais alguma coisa sobre essa experiência com viagem?

R: Olha, essa jornada com o trem MTP foi sem igual para mim. Sou da Índia, estou costumado a viajar de trem, mas esse MTP é outra história. Ter participado dessa experiência com pessoas incríveis e cenários de cair o queixo foi um presente em todos os sentidos.

Essa viagem de trem atiçou meu interesse e não vejo a hora de explorar a rota norte, que vai de Seattle a Boston. Vou ficar de dedos cruzados para que esse dia chegue logo! 

Leia mais sobre essa viagem
Bem-vindo ao Descubra a América!

Agora que se inscreveu, você pode guardar ideias de viagem na sua mala.

Comece a explorar

Digite o seu e-mail e nós lhe enviaremos um link para redefinir a sua senha.

Verifique o seu e-mail.

Comece a explorar

A senha da sua conta foi alterada com êxito. Use a sua nova senha para fazer login.

Comece a explorar