Skip to main content

História

O título de "capital cowboy do mundo", sustentado por Bandera, não é exagero. Visite a Historical Plaza e você verá que Bandera serviu como "local de encontro" ou ponto inicial da Great Western Cattle Trail no século XIX. Há também um monumento no gramado do palácio do governo que homenageia os vários cowboys de rodeio campeões do mundo que chamam Bandera de lar. Nos meses de verão, você pode curtir os oito segundos de emoção ao ver um jovem cowboy mostrando suas habilidades nos rodeios semanais. Visite o Frontier Times Museum para conhecer melhor esses cowboys. Toda tarde de sábado a Bandera Cattle Company traz à vida esse passado, com encenações históricas.

Ranchos turísticos

Alguns dizem que o motivo pelo qual Bandera é a capital cowboy do mundo é por causa dos vários ranchos turísticos. Os ranchos da área vêm acolhendo hóspedes desde 1930 e apresentando a pessoas de todo o mundo o modo de vida cowboy. Muitos novatos aqui chegaram e, em apenas um dia ou dois, já conseguiram sentar-se direito na sela, aperfeiçoaram o trote e aprenderam a lacear. Sentados sob as estrelas, ao redor da fogueira, vaqueiros contam histórias e ensinam os convidados como falar direitinho o "yeehaw" típico dos cowboys.

O two-step texano

Para uma cidade desse porte, Bandera oferece mais música ao vivo per capita que praticamente qualquer outro lugar. De jams vespertinas nos bares locais até dança sobre chão coberto de poeira à noite, não falta música ao vivo todas as noites da semana. Não espere ver ninguém dançando em fila: os vaqueiros e vaqueiras daqui dançam two-step texano e valsa e terão prazer em ensiná-los.

Explorar mais